Agência de marketing digital e SEO: encontra a melhor
Criador de conteúdo no trabalho
Criador de conteúdo freelancer: 17 passos para se dar bem na web
19/10/2018
Blogs de startups
12 Blogs de startups para entender o que vem por aí
05/11/2018

Agência de marketing digital: quando contratar e como escolher a melhor

Uma agência de marketing digital pode aproximar a sua estratégia dos resultados que deseja.

Ainda não está convencido dessa necessidade?

Embora concentrar as ações internamente seja uma opção, não raro ela representa um investimento mal feito.

Na prática, você cria uma área sem relação com sua atividade-fim, desvia colaboradores de uma atuação mais estratégica e deixa de aproveitar todo o potencial do marketing.

Melhor não desperdiçar recursos e ter especialistas ao seu lado, certo?

Neste artigo, você vai descobrir quando contratar uma agência de marketing digital e como escolher a melhor.

Agência de marketing digital

Agência de marketing digital ou freelancers?

Você ouviu a dica de que precisa de uma agência de marketing digital, foi ao Google e veio parar aqui.

Sabe o que é mais curioso?

Essa é justamente uma das razões para você dar esse passo e ter o suporte de especialistas ao lado da sua estratégia.

Ficou confuso? Não se preocupe, pois vamos explicar.

O que o trouxe a este artigo, possivelmente, foi a palavra-chave que usou em sua busca.

Da mesma forma, quando um potencial cliente digita no Google termos relacionados à sua empresa, marca ou àquilo que oferece, seria ótimo se ele caísse direto no seu site, concorda?

Pois esse resultado é possível a partir de um investimento em marketing digital.

Mais especificamente, ser encontrado na internet depende de um esforço de SEO (Search Engine Optimization) associado a uma estratégia de marketing de conteúdo.

Esse é apenas um dos serviços que podem ser contratados junto a uma agência de marketing digital.

Como alternativa, você pode também buscar profissionais freelancers no mercado, como redatores e analistas de SEO.

Na teoria, são meios diferentes de chegar aos mesmos resultados.

E na prática? Do que você precisa de verdade?

Agência x freelancer

Há dois aspectos bem importantes que você deve considerar para tomar sua decisão: preço e qualidade da solução oferecida.

Existe um mito de que é mais barato trabalhar com freelancers.

Há alguns anos, realmente, havia uma diferença de custo significativa.

Só que o mercado mudou bastante.

Hoje, bons profissionais cobram tanto quanto agências.

Ao mesmo tempo, boas agências se destacam das mais famosas por oferecer um trabalho de alta qualidade por um custo mais acessível.

No fim das contas, com freelancers cobrando mais e agências cobrando menos, os preços se equivalem.

O que acaba diferenciando bastante o trabalho de um ou de outro está na entrega de uma solução completa.

Fazer marketing não é só escrever textos, disparar e-mails ou promover anúncios na web.

Existe um planejamento por trás de cada uma dessas ações.

Há um estudo de personas, pesquisa de palavras-chave, a construção de um calendário editorial, análise da concorrência, indicadores, métricas, enfim.

Você pode contratar cada uma dessas tarefas de maneira individual, por freelancers.

Ou pode acionar uma agência de marketing digital capaz de oferecer o pacote completo.

Ela vai dizer o que fazer, por que fazer e como deve fazer, além de monitorar e mostrar os resultados de todas as suas ações.

Isso sem falar que, na hora de contratar um redator, por exemplo, nem sempre é fácil encontrar a mesma qualidade que se espera de uma agência.

Tipos de agência de marketing digital

Lembre-se do que falamos há pouco: fazer marketing é uma tarefa bem mais ampla do que pode parecer ao público leigo.

Cada ação exige planejamento e conhecimento específicos.

É por isso que, para entregar soluções qualificadas, muitas empresas de marketing digital têm se especializado em diferentes nichos.

E isso dá origem a pelo menos cinco tipos de agências. Confira:

  • Agência de Marketing Digital: generalista, foca em serviços de desenvolvimento técnico e criação de conteúdo para a internet, o que pode incluir projetos de sites e blogs, produção de artigos, campanhas de e-mail marketing, publicações em redes sociais, landing pages e mais.
  • Agência de Marketing de Conteúdo: utiliza conteúdo de qualidade para promover uma marca ou empresa, permitindo que ela se torne conhecida ou se posicione como referência em um determinado segmento.
  • Agência de Inbound Marketing: emprega o conteúdo produzido em diferentes canais, conforme mapeamento de personas e de acordo com cada estágio do funil de vendas, por onde o usuário passa até concretizar uma compra e, assim, se tornar um cliente de fato.
  • Agência de SEO: concentra esforços para gerar tráfego orgânico, criando conteúdo relevante para que a empresa chegue ao topo do Google e seja encontrada a partir de palavras-chave de interesse do negócio e do seu público-alvo.
  • Agência de Mídias Sociais: especialista em redes sociais, é voltada à publicação e impulsionamento de postagens nesses canais, trabalhando a estratégia da marca ou empresa para atrair seguidores.

Como escolher uma agência de marketing digital

A melhor agência de marketing digital é aquela que realmente entende do que faz.

Ela precisa ser boa em fazer marketing para o cliente e não em benefício próprio.

Mas como encontrar essa parceira no mercado?

Os cinco pontos que relacionamos a seguir dão uma forcinha decisiva para uma escolha assertiva.

1. A agência precisa ser geograficamente próxima?

Muita gente vai ao Google pesquisar por agência de marketing digital em Brasília, São Paulo, Porto Alegre ou qualquer outra cidade.

A verdade é que, dificilmente, haverá necessidade de algum contato presencial que justifique a escolha de uma agência mais próxima de você.

Inclusive, sua futura parceira nem precisa existir fisicamente, podendo estar estabelecida apenas como um negócio digital.

Um time de especialistas não vai visitar você para conhecer a rotina da empresa, tampouco fazer reuniões presenciais.

Tudo isso é improdutivo e não agrega nada ao processo.

Com tanta tecnologia disponível, você pode estar conectado à agência de modo permanente por Skype ou Hangouts, por exemplo.

2. De quais serviços você precisa?

Esse é um ponto importante.

A sua necessidade é que vai determinar o tipo de agência de marketing digital ideal.

Se tiver dúvidas, faça uma consulta para entender melhor o processo e peça um orçamento sem compromisso.

Só não vale desperdiçar seu orçamento em um serviço que oferece pouco retorno.

3. O que a agência tem para mostrar do seu trabalho?

A experiência da agência de marketing digital pode ser decisiva.

Ela precisa mostrar resultados reais nos serviços que você deseja contratar.

Veja como necessário que haja um alinhamento de expectativas.

Se você deseja aumentar o tráfego do site, por exemplo, confirme que cases de sucesso ela tem a apresentar nesse sentido.

É importante que você se sinta seguro do investimento, que deposite seus recursos e a confiança em uma empresa que sabe o que está fazendo.

E isso nos leva ao próximo fator a analisar.

4. Como a agência chega aos resultados?

Ainda que a agência tenha bons resultados para mostrar, é fundamental saber como ela conseguiu isso.

Há dois pontos de atenção importantes aqui.

O primeiro é que algumas delas aplicam receitas prontas a todas as estratégias, sem considerar as particularidades do projeto em questão.

É como uma fórmula segura para garantir resultados mínimos e alegrar o cliente.

Só que esses resultados poderiam ser ainda melhores se a estratégia fosse exclusiva sua.

O segundo ponto de atenção remete ao que falamos antes sobre saber o que está fazendo.

Se ela oferece serviços de SEO, por exemplo, suas melhores práticas são construídas muito com base na tentativa e erro.

Significa que a agência até pode emplacar algum texto no topo do Google, mas, se não souber como chegou lá, não conseguirá fazer isso em escala.

E, para você, é fundamental que haja um método efetivamente capaz de posicionar bem seus artigos no buscador.

5. Quanto pretende investir em marketing?

Aquela história de que o barato sai caro é tão verdadeira em marketing quanto a de que um alto investimento nem sempre é proporcional à sua satisfação.

Queremos dizer com isso que ir no menor preço pode levar você a não utilizar bem um orçamento que já é pequeno.

Ao mesmo tempo, contratar serviços que não focam exatamente nas suas necessidades é sinônimo de gastar mal.

O ideal é ter um planejamento orçamentário bem definido para o marketing e, a partir daí, encontrar a solução de melhor custo-benefício.

Em geral, não é a mais barata, nem a mais cara.

Produção de conteúdo digital que dá resultado

Um dos grandes anseios de toda marca ou empresa que investe em marketing digital está em obter resultados.

De preferência, que isso aconteça o mais rápido possível.

Se não for assim, talvez o departamento de marketing não consiga convencer os administradores da importância do investimento.

Você se identifica com isso?

Então, vale conhecer argumentos para acreditar na estratégia e, se preciso for, defender a sua manutenção pela empresa.

Em primeiro lugar, lide com cautela com essa questão de prazo para obter retorno.

Muitos dos esforços de marketing não apresentam resultados imediatos.

No caso do SEO, por exemplo, se não houver orçamento para investir em uma boa quantidade de artigos mensais, com publicação recorrente e conteúdo denso, tende a levar meses até que você comece a ser encontrado no Google.

Não existe um número mágico de posts que você deve publicar até que seja notado no buscador.

Tampouco uma quantidade padrão de palavras que cada texto deve ter.

É por isso que a produção de conteúdo que dá resultado é planejada de acordo com a sua realidade.

Quer um exemplo?

Supondo que você tenha um orçamento mensal de R$ 5 mil para SEO e que, com esse valor, possa publicar no período 25 artigos de 1.000 palavras ou 10 textos de 2.500 palavras.

Muita gente iria na primeira opção sem titubear.

Mas há muitos fatores envolvidos nessa decisão e, em vários casos, a segunda estratégia funcionaria melhor.

Tudo depende do perfil do seu negócio e de suas personas, da escolha de palavras-chave e da análise dos seus concorrentes, entre outros aspectos que só quem entende do assunto pode planejar.

Comprar pacotes de artigos pré-determinados em quantidade e em número de palavras, então, pode atrasar ainda mais os resultados que você espera, ou até contribuir para que eles nunca cheguem.

Agência SEO de marketing digital

Redator Hacker é uma marca que se tornou conhecida com seu curso de SEO online para produtores de conteúdo.

Mas é também uma agência de marketing digital.

Aliás, o conteúdo do curso que já conquistou mais de mil alunos em todo o Brasil foi construído a partir da sua experiência como agência SEO.

Foram mais de 40 mil artigos produzidos para projetos de marcas e empresas do país e da América Latina.

Muitos de nossos textos chegaram ao topo do Google e lá permanecem até hoje.

Isso só é possível porque o método de produção de conteúdo é exclusivo. Ele foca nas necessidades específicas de cada projeto.

Assim como ensinamos nossos alunos sobre o que não pode ficar de fora de um texto de alta qualidade, podemos ajudar você a ser encontrado na internet e tornar a sua marca mais forte no mercado.

Quer saber como?

Leia mais sobre a agência Redator Hacker e faça contato conosco.

Será um prazer oferecer uma solução personalizada para o sucesso da sua estratégia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *