Produção de conteúdo para sites e blogs: ótima oportunidade
Participante de um dos melhores programas de afiliados
Melhores programas de afiliados: como ganhar dinheiro com eles?
15/09/2017
Técnicas de SEO para o Google levam seu artigo ao topo
9 técnicas de SEO para o Google que levam seu artigo ao topo
09/10/2017

Como trabalhar com produção de conteúdo para sites e blogs

A produção de conteúdo para sites e blogs dá dinheiro e é uma ótima forma de conquistar sua independência financeira. Só não está ao alcance de todos.

Essa é uma dura realidade, especialmente quando analisamos que a demanda é gigantesca.

Seja para trabalhar como freelancer ou ter seu próprio blog, esse é um mercado que não conhece crise. Ou melhor, constrói oportunidades até nela.

A má notícia é que o obstáculo não é pequeno: é preciso ser um produtor de conteúdo que leve seus textos ao topo do Google.

A boa é que isso só depende de você.

Então, que tal investir no seu talento e encontrar uma nova e rentável carreira?

Trabalhando com produção de conteúdo para sites e blogs

Produção de conteúdo para sites e blogs: o que é?

Trabalhar com produção de conteúdo para sites e blogs significa escrever artigos para projetos próprios ou de terceiros, sendo remunerado por isso.

A característica principal da atividade é a autonomia que ela gera, pois o criador de conteúdo tem liberdade para organizar a própria rotina e pode escrever de onde quiser, a hora que desejar.

Se atuar na gestão de conteúdo, ou seja, encabeçando um projeto próprio, tem ainda o benefício de produzir textos sobre o assunto de sua preferência.

Veja aí que há razões de sobra para considerar a carreira na produção de conteúdo digital como uma das melhores e mais promissoras da atualidade.

Por que essa é a carreira do presente e do futuro

As vantagens da produção de conteúdo para sites e blogs você já entendeu, mas por que vemos tanto futuro nela?

Vamos responder com números.

Segundo a pesquisa Content Trends 2017, realizada pela agência Rock Content, 71% das empresas no Brasil adotam o marketing de conteúdo como estratégia digital.

Já entre as que não adotam, 68,9% pretendem fazê-lo.

Temos um post específico sobre marketing de conteúdo aqui, mas para que entenda o básico do conceito, sua proposta é atrair potenciais clientes para marcas e empresas a partir de textos com informações valiosas e relevantes.

Ou seja, em vez de gastar milhões em mídia paga e ter um retorno baixo, as empresas investem em uma estratégia de longo prazo, com a oferta de conteúdo.

Como resultado, em média, elas têm dobrado o tráfego gerado por suas páginas e atraído 3,2 vezes mais leads, que representam um potencial cliente.

Só que, na maioria dos casos, elas terceirizam essa demanda. É justamente aí que surgem as oportunidades na produção de conteúdo para sites e blogs.

Outro estudo que reforça o aquecimento desse mercado é o Estado do Inbound 2017, do HubSpot.

Ele apurou que as empresas têm como prioridade na sua estratégia digital o aumento de presença orgânica a partir do SEO (56% das citações) e a criação de conteúdo para blogs (48%).

Já na pesquisa State of the Blogging Industry 2017, da ConvertKit, 66% dos 850 blogueiros ouvidos afirmaram que ganharam dinheiro no ano passado com a produção de conteúdo.

Na média, o lucro real de cada um ficou em 38 mil dólares ao ano, o que dá em torno de R$ 10 mil por mês.

Por tudo isso, não é exagero resumir a produção de conteúdo para sites e blogs como uma atividade prazerosa e que dá dinheiro.

Habilidades do produtor de conteúdo para sites e blogs

Se você chegou até este artigo sem a mínima ideia do que era produzir conteúdo na internet e, agora, percebe o potencial da carreira, talvez esteja com aquela pulguinha atrás da orelha.

Afinal, essa é uma oportunidade acessível para você?

Em primeiro lugar, entenda que a atividade não é restrita a jornalistas, tampouco se justifica o receio de competir com eles.

Os criadores do curso Redator Hacker são jornalistas, amam a sua profissão, mas sabem que esse não é um pré-requisito exigido para colocar seu texto no topo do Google.

Profissionais das mais diversas áreas do conhecimento se destacam na produção de conteúdo para sites e blogs.

E isso acontece por uma razão simples: eles reúnem as habilidades necessárias para isso, o que nada tem a ver com competências que aprendem na faculdade.

É verdade que muitas delas têm relação com a comunicação social, sobretudo jornalismo.

Mas isso só reforça o aspecto democrático da carreira: todos podem ganhar dinheiro escrevendo na internet, desde que invistam no próprio potencial.

Então, veja agora algumas habilidades que são esperadas de você para ser um produtor de conteúdo digital.

Talento para escrita

Isso nada ou muito pouco tem a ver com domínio da ortografia e gramática.

Inclusive, se você é professor de Língua Portuguesa, prepare-se para “fechar os olhos” e aceitar alguns errinhos.

O melhor exemplo talvez sejam os pronomes oblíquos. No texto para blogs, aquelas palavrinhas com hífen ficam de fora. Você escreve “se desenvolver” e não “desenvolver-se”, por exemplo.

Mesóclise, então, do tipo “desenvolver-se-ia”, nem pensar.

O talento que se exige para a produção de conteúdo em sites e blogs é o de dar sentido à construção textual.

Seu artigo precisa ser claro, coeso e sem margem para interpretações dúbias.

Afinal, o objetivo (e o desafio) é sempre ajudar o leitor. Sempre.

Organização, disciplina e comprometimento

Podemos resumir essas três habilidades em uma só expressão: levar a atividade a sério.

Não importa onde você vai escrever. Pode ser em casa, na sala de embarque do aeroporto ou mesmo na praia.

Muda o ambiente de trabalho, mas não o compromisso com ele.

Você tem liberdade de construir os próprios métodos e elaborar a própria rotina, mas precisa ser produtivo.

Se você é daqueles que se rendem à preguiça ao ver a chuva lá fora, esqueça essa carreira, pois vai se frustrar com ela.

Nesse caso, siga procurando ideias para ganhar dinheiro fácil e acorde daqui a 30 anos sem ter realizado seus sonhos.

Domínio do SEO

A otimização para mecanismos de busca é inerente à produção de conteúdo para sites e blogs.

Isso significa que a atividade não existe sem ela.

E fuja da ideia de que você precisa de conhecimentos básicos em SEO.

Nada disso: você precisa dominar a redação em SEO.

Ainda que, como freelancer, você se candidate a projetos sem tal exigência, o mercado é concorrido demais para lhe dar espaço.

Na prática, só o seu preço não garantirá jobs, pois outro entregará melhor qualidade e domínio em SEO pelo mesmo valor.

E se você tem um blog, não há a menor chance de chegar às primeiras posições do Google sem desenvolver essa habilidade.

Seus textos irão transitar sempre no limbo, entre a segunda e a terceira página do buscador, por vezes beliscando uma décima posição, quem sabe.

No fim das contas, é o mesmo que nada, pois você jamais será encontrado.

Visão empreendedora

Todas as características consideradas essenciais para ser um empreendedor de sucesso aparecem também no perfil de um produtor de conteúdo.

E isso não acontece à toa, afinal, essa carreira não deixa de ser uma forma de empreendedorismo.

Quem atua como freelancer pode evoluir a ponto de abrir a sua própria agência de conteúdo para terceiros.

Já quem é blogueiro pode fazer do seu projeto de conteúdo um negócio próprio.

Inclusive, é mais do que recomendado que você tenha essa meta, pois ela atuará como uma motivação extra nas horas difíceis.

Isso também é chamado de persistência, uma das habilidades que você precisa ter para vencer na produção de conteúdo para sites e blogs.

Outra é a resiliência, que indica a capacidade de dar a volta por cima diante de adversidades – que podem ser erros, uma ameaça sempre presente.

E tem ainda a proatividade, que significa correr na frente, se antecipar e apresentar uma solução antes de o problema acontecer.

Quer um exemplo?

O produtor de conteúdo digital é proativo quando investe de forma permanente na sua qualificação profissional. E isso pode se dar através de cursos, se mantendo informado e atualizado e também com a troca de experiência com colegas.

Como ganhar dinheiro com produção de conteúdo

Se você gosta da ideia de seguir na carreira de produção de conteúdo para sites e blogs e se identifica com as habilidades exigidas por ela, falta pouco para se dar bem e ganhar  dinheiro escrevendo.

A próxima etapa coloca você diante de dois caminhos: ser freelancer ou ter um blog.

Na verdade, você pode optar pelas duas subáreas da criação de artigos na internet. Inclusive, é recomendado que experimente ambas para avaliar qual o agrada mais.

Mas entenda que a segmentação – e consequente especialização – tende a ampliar seus ganhos.

Ser muito bom naquilo que faz é sempre um atalho para o sucesso.

Onde encontrar trabalho como freelancer

Para ser freelancer, você precisa de jobs, que são os projetos nos quais irá trabalhar.

O início pode ser um pouco difícil, e é por isso que a persistência é obrigatória.

Há várias plataformas que cadastram freelancers e divulgam trabalhos que aceitam suas candidaturas.

As três mais movimentadas no momento são 99Freelas, Freelancer.com e Workana.

É imprescindível saber se vender e posicionar a qualidade do seu trabalho como um diferencial de valor a entregar aos clientes.

Também é exigido do freelancer ter critérios bem definidos de precificação. Ou seja, é preciso ter lucro escrevendo, mas não assustar os clientes.

Caso queira seguir esse caminho, a sugestão é que baixe o nosso e-book especial 5 Erros que Impedem o Redator Freelancer de Ganhar Dinheiro.

Você vai descobrir nesse guia todos os segredos para ganhar seus primeiros clientes. A partir daí, é só pavimentar o caminho até a sua independência financeira.

Como criar seu próprio blog

Para ganhar dinheiro com seu blog, é muito importante que primeiro defina um tema sobre o qual irá escrever.

E precisa ser algo que ama. Essa é uma condição obrigatória.

Afinal, você não conseguirá manter uma recorrência nas postagens se escolher um assunto que não lhe inspira.

Blog parado não dá dinheiro.

Também deve se decidir por um nicho que desperte interesse, sob pena de criar um ótimo conteúdo e não ter visitantes.

Vencida essa primeira etapa, há pelo menos mais duas que são básicas: ser relevante e monetizar o blog.

Isso significa que o conteúdo que oferece precisa agregar ao usuário, focar no seu problema e apresentar a solução.

Já a monetização depende de transformar esse conteúdo em dinheiro. Uma das melhores formas é aderindo a um programa de afiliados.

E como última sugestão, se quiser se aprofundar no assunto, recomendamos que baixe o e-book 3 Segredos do Redator Hacker para Blogs de Viagem.

Ainda que esse não seja o tema do seu futuro blog, ele traz dicas valiosas que se aplicam a qualquer projeto de conteúdo.

Seja um Redator Hacker e alcance o sucesso

Há um fator primordial para ganhar dinheiro com a produção de conteúdo para sites e blogs.

E ele se aplica tanto para quem quer ser freelancer quanto para quem deseja ter o próprio projeto.

Estamos falando da redação focada em SEO.

Como freelancer, você conquistará mais clientes conforme posicionar os textos que entrega entre os melhores do Google.

Como blogueiro, precisa alcançar esse resultado para ser encontrado, gerar tráfego e tornar seu projeto rentável.

Muitos se arriscam na carreira sem desenvolver essa competência. E é claro que quase todos ficam pelo caminho.

Agora, quem deseja investir no próprio talento e dominar todos os segredos da redação focada em SEO, construindo artigos que alcançam o topo do Google, tem uma oportunidade única e exclusiva no Brasil.

O curso Redator Hacker nasceu para formar um seleto time de redatores que irão se diferenciar no mercado.

Essa é uma qualificação prática e moderna.

Ela abre a caixa preta da produção de conteúdo para sites e blogs.

Ao ter acesso a mais de 30 aulas iniciais e a uma nova aula por semana, você se torna apto a ganhar dinheiro escrevendo.

Então, o que está esperando?

Conheça mais sobre o curso e garanta o seu nome na pré-lista de inscrição.

2 Comentários

  1. Leonardo Vieira Borges disse:

    Melhor site ever! Falem mais sobre criação de Blogs: hospedagem, domínio, assinaturas premium e demais detalhes referentes inclusive a criação de um para apresentar portfólio.

    • Gustavo disse:

      Vamos falar, sim, Leonardo! Alguns desses tópico estão na nossas aulas semanais, e vamos aproveitar para criar posts sobre cada um deles em breve. abração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *