Ebook: o que é, como fazer e ter resultados no marketing
Trabalho de redator freelancer
O que é h2 e h3: estrutura de SEO passo a passo
03/02/2019
Criando contrato de marketing digital
Contrato de marketing digital: modelo para formalizar a prestação de serviços
11/02/2019

Ebook: o que é, como fazer e usar no marketing digital

Em uma estratégia de marketing digital, o ebook tem presença certa.

Afinal, muitas vezes, passa por ele a sempre difícil missão de capturar leads, os potenciais clientes de um negócio.

Você sabe como fazer um e de que forma ele pode ser usado na sua estratégia? Já adiantamos que não é preciso ser um super designer gráfico para isso.

O primeiro passo é entender a importância do material para o sucesso de um planejamento de marketing digital.

Isso e muito mais sobre o ebook você confere a partir de agora.

Lendo ebook

Ebook: o que é e para que serve

A palavra ebook, ou e-book, surgiu como uma abreviação do termo eletronic book – em português, livro eletrônico. Como o próprio nome diz, é um livro digital, que pode ser comercializado e lido pela internet.

O ebook é prático (o usuário pode acessar pelo celular, computador ou tablet), tem um grande apelo sustentável (a impressão não é necessária) e baixo custo (tudo é feito pela internet), além de facilitar a distribuição da informação.

Afinal, todo esse conteúdo está a um clique de distância e, quando não é gratuito, costuma ter um preço bastante acessível.

No marketing digital, o ebook é considerado material rico, com conteúdo relevante e em maior quantidade, quando comparado a um blog post.

Dentre as suas principais características, a aplicabilidade do conteúdo é a que se destaca. Isso porque, ao baixar esse material, o usuário espera obter uma solução para o seu problema.

Mais à frente, você vai entender a importância desse recurso em uma estratégia de marketing e como utilizá-lo da melhor forma.

Por que usar ebooks?

Até pode soar um pouco estranho compartilhar conhecimento gratuitamente.

Se para você isso não faz sentido, deve estar se perguntando: qual é a vantagem de criar um ebook e disponibilizar conhecimento sobre um assunto?

A resposta é simples: para capturar e educar os seus leads, ou possíveis clientes.

Vamos começar pela primeira parte, a da captura, que se explica pelo funcionamento do ebook.

Para ter acesso ao material, o usuário precisa fazer o download, o que exige o registro do e-mail. Muitas vezes, inclusive, é para o seu endereço eletrônico que o livro digital é enviado após rápido cadastro.

Com o e-mail do potencial cliente em mãos, você ganha um novo lead e, a partir daí, pode trabalhar o relacionamento com ele até que se torne um cliente de fato.

E isso nos leva à segunda parte, a da educação, processo também chamado de nutrição de leads.

O ebook é uma peça de marketing de conteúdo.

Ele pode não apenas ser utilizado para iniciar o vínculo com o usuário, como também para oferecer novas informações a ele, quem sabe até em caráter de exclusividade.

Essa é uma arma poderosa para conduzi-lo pelo seu funil de vendas e até para fidelizá-lo depois que uma compra for confirmada.

E tem mais: ao oferecer esse material rico, você dá um passo decisivo para que o público enxergue a sua marca ou empresa como autoridade no assunto.

Não é novidade para ninguém que as pessoas buscam informações completas e de qualidade – e o Google trabalha cada vez mais para oferecer isso a elas em suas páginas de resultados.

Só que o ebook vai além de um artigo de blog.

Ele também pode aparecer bem ranqueado no buscador, mas seu objetivo principal não é esse, como acabamos de ver.

Como usar um ebook no marketing digital

Assim como no marketing tradicional, a estratégia digital tem na venda de um produto ou serviço um dos objetivos.

E para que ela aconteça, você precisa de clientes, é claro.

Em uma loja física, o vendedor tem a possibilidade de conversar com o cliente, entender a sua necessidade e tentar convencê-lo de que o produto à venda pode atendê-la.

Na internet, conversar e tentar convencer o cliente depende de outras técnicas e ferramentas – e o ebook é uma delas.

Digamos que você tenha um e-commerce de calçados esportivos e o seu lead procura um tênis de corrida, mas ainda não sabe qual é o melhor modelo para ele.

Pesquisando na internet ou nas redes sociais, ele encontra o seu conteúdo e um ebook sobre o tema, algo como “Guia do Tênis Certo – Acerta na Escolha”.

Tudo o que ele precisa fazer para baixar o material é fornecer seu nome e e-mail.

Feito isso, como já mencionamos antes, você tem acesso ao contato de um possível cliente.

Então, por meio de uma estratégia de e-mail marketing, por exemplo, pode fortalecer o relacionamento até que ele compre algum produto.

No fim das contas, podemos definir da seguinte forma: o ebook é uma recompensa que o usuário recebe em troca do contato dele.

Afinal, você tem a informação que ele precisa e, se ele ceder alguns dados, pode ter acesso à ela.

O livro digital funciona como uma “isca” para a captação de clientes – não é à toa que é também chamado de isca digital.

Como fazer um ebook em 9 passos

Depois de entender o que é um ebook e como usá-lo no marketing digital, é hora de colocar a mão na massa e descobrir como criar um livro digital para gerar leads e aumentar as vendas.

Como prometido lá no início do artigo, você não precisa ser nenhum mestre do design gráfico para desenvolver um ebook de sucesso.

Um bom começo é seguir estes passos:

1. Crie as suas personas

Uma dica que não se limita aos ebooks.

Essa etapa é primordial dentro de qualquer estratégia de marketing digital e, principalmente, marketing de conteúdo.

De forma simplificada, as personas são a idealização do seu público-alvo, mas diferenciam-se dele porque são mais específicas.

Por exemplo, quando você pensa que o seu público tem entre 20 e 30 anos, a maioria é solteira e ganha, em média, R$ 3.000,00, você tem um público-alvo.

Ao construir uma persona, você leva em consideração seus gostos, hobbies e outros interesses, criando um estereótipo do cliente ideal.

Mas por que conhecer sua persona é tão importante?

Porque é muito mais difícil escrever sem um direcionamento certo sobre quem é o seu cliente.

Em contrapartida, é muito mais fácil ser efetivo na estratégia e atingir seus objetivos.

No caso de um ebook, conhecer a persona significa entender o que ela deseja receber no material, quais são as suas dores, necessidades e anseios.

2. Pesquise e escolha uma palavra-chave

Assim como as pautas de blog são construídas a partir de palavras-chave, os ebooks também podem seguir esse mesmo modelo.

Embora, como já dito, o tráfego orgânico não seja o objetivo primário desse material, não se pode ignorar a chance de ser encontrado no Google a partir de um conteúdo fantástico.

Escolha termos cuja essência remete aos interesses do cliente.

Dê preferência àqueles que possuem um bom volume de buscas mensais e concorrência baixa, pois isso facilita o caminho para o topo.

Para encontrar as melhores oportunidades, use ferramentas online, como o Planejador de Palavras-chave, do Google, a Ubersuggest ou o SEMRush.

3. Determine o tema do ebook

Você já sabe quem é o seu público e o que ele procura.

Essas são informações decisivas para definir o tema que será abordado no ebook.

Nessa etapa, é importante se colocar no lugar da persona e pensar em quais são as suas dúvidas e preocupações e também como o ebook pode ajudar nas soluções.

Mais uma vez, lembre-se: esse é o principal objetivo do material que você está criando.

Se tiver dificuldades de definir um tema, tente fazer um brainstorming com sua equipe.

4. Crie títulos que engajem

O usuário precisa identificar logo de cara do que o ebook se trata.

Caso contrário, não vai se interessar pelo download.

Assim, seu título precisa ser atrativo e persuasivo o suficiente para convencer o leitor de que o material vai, de fato, ajudá-lo a resolver suas dificuldades.

Prefira títulos diretos, com palavras que vendem e verbos de ação para chamar a atenção do usuário.

5. Escreva e revise seu conteúdo

Produza um conteúdo não menos que fantástico.

Garanta com ele a solução para o problema do usuário.

Não basta fazer do ebook uma boa isca digital.

Sem um material de qualidade, sua marca fica suscetível a críticas – e, nas redes sociais, elas costumam ser pesadas.

Também revise quantas vezes você achar necessário.

É comum aquele que domina o assunto achar que o texto está muito claro, quando passa longe disso.

Para evitar erros gramaticais ou de coesão, escreva, deixe o texto “respirar” um pouco e leia de novo após ao menos uma hora.

Se você tiver alguém que consiga fazer o papel de editor, melhor ainda.

É sempre bom ter a opinião de uma pessoa que não está imersa no conteúdo e no processo.

6. Capriche na diagramação

Planejamento feito e conteúdo produzido, agora é a hora de tornar todas essas informações mais agradáveis do ponto de vista visual.

Existem diversos sites que podem ajudar você nessa empreitada gráfica.

O Canva é o mais conhecido, mas também tem o MyeBookMaker e o Livros Digitais.

Uma opção é acessar o 99Freelas e contratar um profissional freelancer.

7. Participe da organização

Não se ausente da montagem do ebook. Ao menos sugira ajustes pontuais.

A divisão ajuda a ordenar a leitura e melhora a experiência do leitor.

Outro benefício é a escaneabilidade, levando em conta que a leitura na internet não é linear.

Nesse mesmo contexto, lembre-se de fazer pequenos blocos de texto (no máximo, cinco linhas) e destaque palavras ou termos mais importantes.

Assim, o conteúdo fica menos cansativo e mais fluido.

8. Crie um design responsivo e um formato amigável

Aqui, menos é mais.

Cuidado para não se empolgar e deixar o seu ebook poluído visualmente.

Além disso, leve em conta que a maioria das pessoas vai acessá-lo por meio de smartphones.

Em telas pequenas, informações demais podem desestimular a leitura.

Falando nelas, lembre-se também que o formato do seu ebook precisa ser adaptável a qualquer tamanho de display.

É frustrante fazer o download de um material pelo celular e não conseguir ler o conteúdo porque o formato não é responsivo.

9. Exporte o arquivo

O recomendável é exportar o ebook no formato PDF.

Esse é o formato mais comum e é facilmente aberto e consumido em todos os sistemas operacionais e aparelhos eletrônicos.

Além disso, ele garante a manutenção da sua ideia original de estrutura e diagramação – sem chance de modificar a visualização.

Como divulgar seu ebook

E agora, como fazer com que esse material tão completo chegue aos potenciais clientes?

Para qualificar a sua estratégia, não deixe de seguir as dicas que listamos abaixo.

Crie uma landing page

Também conhecida como páginas de conversões, as landing pages têm o objetivo de convencer o usuário a realizar uma ação no seu site ou blog.

Vale, inclusive, para baixar algum material em troca dos dados do lead, como é o caso do ebook.

Existem plataformas online que criam landing pages, tanto pagas quanto gratuitas.

E você pode conferir tutoriais, como vídeos no YouTube, para criar a página de destino ideal.

O mais importante é entender que uma landing page bem pensada é o divisor de águas na decisão do usuário baixar seu material.

Por isso, crie um layout atrativo, que converse com a identidade visual do seu ebook para ajudar o usuário a estabelecer uma conexão entre o material e a página de conversão.

Use as redes sociais

Através das redes sociais preferidas das suas personas, você atinge à audiência e também tem a chance de conquistar outros possíveis leads.

Segmentar as suas publicações em posts mais curtos e convidar os seguidores para baixar o ebook, ou até mesmo sorteá-lo, pode gerar bastante engajamento.

E as redes sociais ainda contam com diversas funcionalidades que tornam a sua aproximação com o cliente mais fácil, como você vai ver no próximo tópico.

Patrocine os links

Depois de criar uma landing page, você pode usar as redes sociais para patrocinar um anúncio e incluir o link que vai direcionar o usuário à página para o download do ebook.

Essa alternativa é especialmente interessante para quem ainda não tem muito tráfego orgânico.

Faça CTAs nos blog posts

Outra possibilidade é criar um blog post com tema relacionado ao ebook e incluir nele um CTA (Call-To-Action), remetendo para a landing page.

Esse casamento é perfeito, pois um conteúdo é complementar ao outro.

Assim, preferencialmente no final do post, você proporciona ao usuário a chance de aprofundar o seu conhecimento no assunto.

Envie e-mail marketing para a sua base

E por que não estreitar o seu relacionamento com uma base de leads que já existe?

Crie uma campanha de e-mail marketing e envie conteúdo exclusivo para o seu público.

Certamente, ele vai se sentir valorizado por ter acesso em primeira mão.

Publique um banner no site

Para o usuário, talvez seja um pouco mais difícil encontrar o seu ebook em meio a uma grande oferta de conteúdo.

Em resposta, você pode reservar um banner na home do seu site, convidando o usuário para baixar o ebook.

Faça a divulgação boca a boca

A mais antiga das técnicas de marketing ainda funciona – e muito bem, por sinal.

Nada traz mais credibilidade do que uma boa indicação.

Então, peça uma ajudinha para os seus amigos para divulgar seu conteúdo.

Crie já o seu ebook

Neste artigo, você viu que o ebook, ou livro digital, é uma moeda de troca valiosa no marketing digital.

Com ele, é possível ter acesso aos dados de possíveis clientes e desenvolver um relacionamento com eles.

Além disso, ao criar um ebook, você demonstra autoridade na área em que atua, dando um passo decisivo para se tornar referência no assunto.

Como consequência, é possível até mesmo impulsionar as vendas.

Para alcançar resultados consistentes em sua estratégia, faça contato com a agência Redator Hacker e produza conteúdos que inspiram e convertem.

O que achou deste artigo? Deixe seu comentário abaixo.

E se o artigo ajudou você, compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

 

Por Rafaela Galvão.

2 Comentários

  1. Daniele disse:

    Exatamente o que eu estava precisando! Muito obrigada! Conteúdo excelente e super completo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *