O Que É Guest Post: E Como Usar o Convite Para Decolar no Google
Criando contrato de marketing digital
Contrato de marketing digital: modelo para formalizar a prestação de serviços
11/02/2019
Meta description tag
O que é meta description tag (e muitas respostas sobre META no SEO)
20/02/2019

O que é guest post e como ele pode ajudar no SEO

Você sabe o que é guest post e como utilizá-lo para aumentar os acessos do seu blog?

Mesmo que você não esteja familiarizado com o termo, é provável que já tenha se deparado com um desses artigos.

De forma breve, guest post é quando alguém escreve e publica um texto em outro site.

Normalmente, trata-se do autor de um blog se oferecendo ou sendo convidado a produzir conteúdo para outro blog.

Mas por que exatamente ocorre esse intercâmbio?

Muitas vezes, não é apenas a chance de aparecer para o público de outro site.

Na verdade, a tática pode compor a estratégia de SEO e ajudar a catapultar seu blog para o topo do Google.

Quer saber como funciona? Então, siga a leitura.

O que é guest post no SEO

O guest post funciona melhor em uma estratégia completa de SEO. Foto: iStock, Getty Images

O que é guest post

Guest post é um artigo escrito e publicado por alguém no blog de outra pessoa.

Como a própria tradução do inglês sugere, o guest post é feito quando alguém é convidado a escrever sobre um assunto para o site de terceiros.

O convidado pode ser qualquer pessoa: influenciador digita, especialista e, inclusive, você.

Em um primeiro momento, fazer conteúdo gratuito para outro site pode até parecer irracional.

Mas, na verdade, trata-se de uma estratégia que pode funcionar muito bem para a sua estratégia de link building e backlinks.

Isso porque toda vez que você escreve um artigo para terceiros, a inclusão de links de fora para o seu site aumenta a sua autoridade perante o Google.

É uma boa tática inclusive se você não tiver uma equipe por trás da produção de conteúdo do site, o que dificulta a frequência de publicação.

A produção de guest posts funciona por meio de parcerias entre sites, já que é uma estratégia vantajosa para ambas as partes.

Existem diversos benefícios de incorporar o guest posting à sua estratégia:

  • Ganho de peso para SEO
  • Exposição do seu conteúdo e marca para o público do site no qual você fará o guest post
  • Criar autoridade para o seu site perante o Google
  • Aumentar o tráfego no seu site por meio de links externos
  • Conquistar novas audiências.

O que é guest post para o SEO

Em textos para SEO, o guest post é uma forma de melhorar o ranqueamento do site nos motores de busca do Google.

Isso porque o guest post em sites de terceiros inclui backlinks: links posicionados no texto para levar o usuário a um conteúdo relevante no seu próprio site.

Cada backlink afeta o posicionamento do site quando alguém realiza uma busca no Google.

Se você tem um blog que não possui links externos apontando para ele, é difícil conquistar as primeiras posições do Google, porque isso quer dizer que ninguém está “recomendando” o seu conteúdo.

Consequentemente, pelos critérios de SEO, o Google compreende que o seu site não é relevante, já que nenhum outro o utiliza como referência para os leitores.

Então, de forma geral, quanto mais links levarem até o seu site, mais ele subirá no ranqueamento das palavras-chave inseridas nos conteúdos.

Mas aí há um detalhe importante: é preciso que esses backlinks venham de sites relevantes, que ofereçam conteúdo de qualidade e credibilidade.

Lembre-se de que o fator mais importante para o bom ranqueamento de um site é o conteúdo de qualidade, que proporcione uma experiência valiosa ao usuário.

O guest posting é uma boa estratégia de SEO desde que seja feito com cuidado, apenas por meio de parcerias com sites de autoridade, que são referências nos segmentos em que atuam.

O que é guest post para o Google

Já vimos que o guest post pode ser uma boa estratégia para o SEO, mas será que o Google gosta dessa história?

O fato é que, para o buscador, o guest post com objetivo único de SEO não é bem-vindo.

O Google não gosta da mera troca de links, em que os sites apresentam uma lista de blogs parceiros de forma artificial, sem que aquela recomendação ofereça, de fato, um conteúdo relevante para o leitor.

Por isso, a finalidade do guest post deve ser, em primeira instância, trocar conteúdo de qualidade com outros sites.

De qualquer forma, o Google não pune sites que fazem guest posts com moderação e que priorizam o bom conteúdo.

Portanto, o principal cuidado é não exagerar na prática, já que os bots contam com muitos mecanismos de varredura que estão sempre à espreita para encontrar traços de black hat (práticas de SEO que violam as regras do buscador).

Se esses bots percebem que muitos posts nos mesmos moldes estiverem levando até seu site, pode entender como um sinal de que você só está preocupado em obter links, e não com o conteúdo em si.

Além desse, há inúmeros outros sinais que o Google detecta, como sites hospedados no mesmo servidor lincando para o seu blog (o que poderia caracterizar uma prática de PBN, sobre a qual falaremos em outros artigos) ou um número massivo de backlinks surgindo de uma hora para a outra.

Por isso, é necessário avaliar criteriosamente os sites nos qual você irá publicar um guest post e evitar qualquer prática muito agressiva para ganhar posições.

Da mesma forma, nunca deixe outra pessoa publicar um artigo de baixa qualidade no seu site.

Se você tiver esses cuidados, as chances de prejudicar o seu site são mínimas.

O que é guest post para o leitor

Agora você já sabe que o guest post pode ser vantajoso para o seu blog.

Mas e o leitor? Qual é o benefício que ele encontra ao ver o conteúdo de um redator em sites de parceiros ou vice-versa?

O fato é que o guest post permite disponibilizar conteúdos altamente qualificados e falar sobre o seu segmento de forma que, normalmente, você não faria.

O leitor sai ganhando, já que tem acesso a um conteúdo mais abrangente e especializado.

Afinal, você até pode ser um especialista no assunto, mas dominar todas as áreas que ele engloba é praticamente impossível, certo?

Então, nada mais justo do que contar com parcerias, desde que elas sejam confiáveis e produzam conteúdo com alto nível de qualidade.

Vamos supor que você tem um blog sobre finanças pessoais.

Você é um expert em conciliar o orçamento, realizar planejamentos e usar estratégias para sair do vermelho.

Mas será que você consegue abordar com total propriedade todos os assuntos que fariam sentido no seu blog?

Por exemplo: uma parceria possível poderia ser um guest post de um especialista no setor imobiliário, abordando dúvidas de quem pretende ter uma casa própria  — algo diretamente ligado a finanças pessoais.

Percebe como, no fim das contas, o principal beneficiado é o leitor, que tem acesso a uma informação multidisciplinar?

Vale lembrar que, se o conteúdo e o site são confiáveis, o leitor tende a considerar quem está falando como um especialista no assunto.

Ou seja: recorrer ao guest post nada mais é do que uma maneira de reforçar a sua credibilidade no segmento.

Benefícios do guest post

Conheça as cinco principais coisas que você pode fazer com guest post:

1. Criar tráfego de referência

Em um artigo para o seu blog, o guru do marketing digital Neil Patel escreveu que, ao escrever um guest post, é possível conquistar visitantes diretos para o seu próprio site por meio dos links.

Segundo ele, esse pico de audiência é o benefício mais imediato do guest post.

2. Construir relacionamentos e gerar leads

No mesmo texto, Patel afirma que investir em relacionamento e leads é importante para interagir com influenciadores na indústria em que você atua.

Assim, de acordo com ele, se você oferecer um bom conteúdo, pode se tornar um parceiro regular de um determinado site, bem como ampliar a exposição dos textos para gerar leads ao seu negócio.

3. Alcançar novas audiências

Se a sua marca está presente em sites parceiros, a consequência direta é angariar audiências novas, que normalmente você não conseguiria atingir.

Aí, vale fazer um estudo de personas de modo a saber quem é a sua audiência para criar o planejamento da produção do conteúdo, deixando-o sempre atualizado e compatível com as necessidades do seu leitor.

4. Construir autoridade

Quando você faz um guest post em um site relevante, está automaticamente reforçando a sua autoridade no assunto (claro, desde que seu conteúdo também seja relevante).

Isso acontece tanto perante o Google quanto perante o leitor.

Essa é uma forma de se tornar uma referência na área, o que ocorre principalmente se você estiver presente em vários sites qualificados.

5. Elevar o posicionamento do site

Dê uma olhada nos seguintes fatores: tráfego no site, audiência crescente, recomendações de outros blogs por meio de backlinks, construção de autoridade e conteúdo de valor.

Aqui na agência Redator Hacker, sempre mencionamos a importância desses fatores aliados a uma boa estratégia de SEO.

Essa é a equação perfeita para que o Google considere o seu site relevante em meio a tantos outros, colocando-o nas primeiras colocações no motor de busca.

Como fazer guest post para obter backlinks

Fazer guest post é algo que exige tempo e dedicação, principalmente porque você precisará criar relacionamentos com sites do segmento.

O primeiro passo é mapear esses parceiros para encontrar a oportunidade certa, o que pode ser feito pelo próprio Google.

Veja quais são os sites com autoridade na área, que apresentem conteúdo relacionado ao seu blog (mas que não sejam concorrentes diretos), e avalie esses sites criteriosamente.

Uma maneira de fazer isso é buscar por palavras-chave do seu segmento e verificar quais sites produzem conteúdo relevante.

Estes são perguntas que você deve fazer:

  • O site tem tráfego bom?
  • O design oferece uma boa experiência de navegação?
  • O conteúdo é original e de qualidade?
  • O site contém spam ou número exagerados de anúncios (sinais de que o site é de baixa qualidade)?
  • O conteúdo do site dialoga com o segmento do seu próprio site?
  • O seu público-alvo (ou persona) visita esse site?

Para investigar tráfego, use o SemRush (o cadastro gratuito dá direito a um uso limitado diariamente).

Para descobrir a autoridade do domínio (assunto sobre o qual também falaremos em outros posts), use o Moz ou Majestic.

Uma vez que você tenha decidido para qual site enviar um guest post, é necessário montar a pauta.

Em um artigo para a Moz, Pratik Dholakiya, fundador da agência de SEO The 20 Media, dá dicas práticas para a elaboração de pautas. Três delas valem a menção:

  • Leia os blogs mais relevantes da sua indústria
  • Ajuste alertas do Google para as suas principais palavras-chave
  • Utilize ferramentas (como Google Analytics, planejadores de palavra-chave, Google Insights e Trends) para saber quais tópicos da sua indústria estão em alta no momento.

Aí, com a pauta em mãos, você já pode abordar os sites amigos e investir no relacionamento com parceiros.

Ofereça um guest post com conteúdo adequado tanto ao site do parceiro quanto ao seu próprio e apresente qualidade, originalidade e relevância.

No guest post, inclua dois links para o seu site, dando preferência a conteúdos estratégicos em que você deseja obter mais acessos.

Também é uma boa ideia dar dois links para posts do próprio blog para o qual você está escrevendo, para não restar dúvida de que o intuito do conteúdo é ajudar o usuário, e não promover um site.

Assim, pouco a pouco, você irá atrair tráfego para o seu blog e melhorar seus resultados.

Quer saber mais sobre SEO? Ou contar com uma equipe de redatores para levar seu conteúdo para o topo?

Conheça o nosso curso de SEO para redatores e a nossa agência de conteúdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *