Palavras-Chave De Cauda Longa: Exemplos, Ferramentas e Busca
o que é keyword
O que é keyword e como escolher a palavra-chave certa para seu blog
21/03/2019
Growth Marketing
Growth Marketing: o que é, como fazer, cases e estatísticas
03/04/2019

Palavras-chave de cauda longa: o que são, ferramentas e como encontrar

Você sabe como usar as palavras-chave de cauda longa para criar conteúdos certeiros e ranquear mais rápido no Google?

No mundo do SEO e marketing de conteúdo, muito se discute sobre o desempenho de palavras-chave, seu formato ideal e fatores de competitividade.

Vamos partir deste ponto: cauda longa (long tail, em inglês) não se refere apenas ao tamanho da palavra-chave, mas também à especificidade da busca e à estratégia de segmentação por trás da escolha.

Normalmente, quanto mais longas são as palavras-chave, mais específico se torna o tema e o perfil de consumidor que o procura.

Esse é um excelente atalho para ganhar posições no Google, já que o foco absoluto em um nicho acarreta menor concorrência pelo ranqueamento.

E em tempos de aumento exponencial dos conteúdos disponíveis online, a relevância das informações é fundamental para conquistar o tráfego orgânico e subir no ranking do Google.

Logo, se você conseguir capturar as palavras-chave mais complexas da mente do usuário, estará acertando em cheio no alvo.

A área desse alvo é bem menor, mas também muito mais valiosa – eis o conceito das palavras-chave de cauda longa.

Vamos nos aprofundar nos seguintes temas:

  • O que são palavras-chave de cauda longa
  • Cauda longa, long tail e a origem do termo
  • As long tails na estratégia de SEO do redator
  • Exemplos desse tipo de palavra-chave
  • Como encontrar palavras-chave de cauda longa.

Quer turbinar seu conteúdo com palavras-chave altamente precisas? Continue a leitura e teste nossas dicas.

Palavras-chave de cauda longa

Palavras-chave de cauda longa são um bom atalho para a primeira página do Google

O que são palavras-chave de cauda longa

Palavras-chave de cauda longa são aquelas buscas bastante específicas no Google, normalmente compostas por mais de três palavras.

Com a cauda longa, é possível compreender precisamente o que o usuário está buscando e a informação de que ele precisa.

Exemplo de palavra-chave de cauda longa: “onde encontrar tênis de corrida Nike”.

Essa é uma palavra-chave de cauda longa, que deixa muito claro o problema do usuário — descobrir a melhor loja para comprar calçados apropriados para correr.

Ou seja, no universo do SEO (Search Engine Optimization), são as construções mais específicas que rendem visitantes mais segmentados.

Outra característica importante dessas palavras-chave é sua estrutura descritiva, que demonstra claramente a intenção da busca e a resposta esperada.

Basta pensar que, quanto mais palavras são incluídas em uma busca, mais restritos serão os resultados.

Logo, o usuário que digita três ou mais termos para encontrar algo na internet sabe exatamente o que quer.

Do mesmo modo, a estratégia de marketing que utiliza as palavras-chave de cauda longa está mirando em um público particular.

Em oposição, estão as palavras-chave de cauda curta ou simplesmente genéricas, que são muito mais competitivas e representam temas abrangentes.

Quando as palavras-chaves possuem apenas uma palavra ou uma intenção de busca muito genérica, são chamadas de head tails, e quando apresentam até três palavras e uma intenção menos genérica mas ainda não completamente específica, são short tails.

Exemplo de palavra-chave head tail: “tênis”.

Com essa busca, você não sabe o que exatamente o leitor está buscando.

Será que ele procura lojas físicas em sua cidade? Será que anseia por dicas de marcas? Será que procura descontos? Será que está interessado em combinações de tênis com adereços do vestuário?

De acordo com uma pesquisa realizada pela KoMarketing e publicada na Wordstream, 50% das buscas na web são feitas com quatro ou mais palavras.

Isso significa que os usuários não estão mais buscando um termo qualquer, mas usando frases mais complexas para encontrar conteúdos online.

Em parte, isso se explica pelo aprimoramento da busca semântica do Google, que analisa as intenções do usuário ao invés de somente quebrar a frase em palavras-chaves mais curtas e procurar referências compatíveis.

A quantidade imensa de informação disponível online também justifica essa evolução, assim como o avanço das buscas em dispositivos mobile e por voz.

Cauda longa ou long tail?

Cauda longa é a tradução em português para o termo long tail, que veio do campo da Estatística.

O conceito original diz respeito a distribuições de cauda longa, que ocorrem quando o prolongamento de uma curva de dados é muito comprido em relação ao ápice da parábola.

Mas, o uso da expressão que nos interessa começou em 2004, quando Chris Anderson publicou um artigo sobre o fenômeno da cauda longa nos negócios na revista Wired.

Em resumo, a estratégia de cauda longa determinava que a venda de uma grande variedade de itens em pequenas quantidades era mais promissora do que o varejo tradicional, que usava poucos itens para vender muito.

Os maiores exemplos disso eram as gigantes Amazon, Apple e Netflix, que apostavam nos nichos ao invés das massas.

Anderson compilou essas ideias no livro A Cauda Longa (Elsevier Brasil, 2006), lançando o conceito de mercados de cauda longa.

Assim, a ideia se espalhou para várias outras áreas, das microfinanças até o gerenciamento de projetos.

Mas, como chegamos às palavras-chave de cauda longa?

Basicamente, o marketing viu uma grande oportunidade de atingir os consumidores a partir da estratégia de cauda longa, que tem como principais características uma segmentação mais precisa e atuação em nichos.

Com a evolução da otimização para motores de busca, a cauda longa caiu como uma luva na criação de palavras-chave mais específicas para atingir públicos restritos.

Na raiz, continua sendo a mesma ideia: oferecer mais para menos pessoas, com maior poder de conversão, ao invés de apostar nos hits de vendas para massas.

Palavras-chave de cauda longa para o SEO

Já falamos muito sobre SEO e a importância das palavras-chave por aqui, mas a estratégia de cauda longa merece atenção especial.

No mundo dos motores de busca, as palavras-chave de cauda longa possuem um volume de buscas mensal mais baixo, mas probabilidades superiores de conversão e de ranqueamento.

Isso significa que são termos menos competitivos e com CPC (Custo por Clique) mais barato em comparação com as palavras-chaves curtas.

Apesar de econômicas e menos populares, as palavras-chave de cauda longa convertem mais porque respondem com precisão às expectativas dos usuários.

É a ideia básica da qualidade ao invés da quantidade, pois há grandes chances de oferecer o conteúdo certo aos poucos que procurarem pela frase.

E, de fato, há maior facilidade de atingir os usuários, já que, em um ambiente menos concorrido (quanto mais específica a busca, menor concorrência, normalmente), é mais provável que seu post dispare no ranking do Google.

O resultado é que as pessoas que fazem buscas utilizando palavras-chave de cauda longa são muito mais propensas a encontrar  seu conteúdo, assinar sua newsletter, baixar seu e-book, e comprar seus produtos e serviços.

Em 2017,o Google revelou que 15% das buscas diárias são totalmente inéditas, com termos nunca antes pesquisados.

Considerando que o buscador concentra mais de 5,6 bilhões de buscas ao dia, segundo o SEO Tribunal, ao menos 840 milhões de palavras-chave curtas e longas são únicas.

Esses números representam uma grande oportunidade para a criação de estratégias de conteúdo baseadas em palavras-chave de cauda longa.

Afinal, são frases muito mais fáceis de ranquear no Google, multiplicando as chances de chegar à primeira página e alcançar o topo.

Não à toa, especialistas como Neil Patel chamam as palavras-chaves de cauda longa de santo graal do SEO.

Resumindo, esses são os benefícios dessas palavras-chave para o SEO:

  • Maior geração de tráfego orgânico
  • Valor superior no conteúdo
  • Facilidade de ranqueamento
  • Possibilidade de contextualizar o conteúdo
  • Taxas de conversão mais altas
  • Possibilidade de ranquear palavras-chave únicas
  • Resposta precisa às dúvidas dos usuários
  • Economia e eficiência nas campanhas PPC.

Exemplos de palavras-chave de cauda longa

Para exemplificar o uso de palavras-chave de cauda longa, vamos supor que você tenha um site de camisetas personalizadas com foco em games, séries e filmes.

Você quer que os usuários encontrem seus produtos de forma orgânica, e por isso decide criar conteúdos relevantes usando palavras-chave que seus clientes buscariam.

Mas, ao avaliar palavras-chave como camisetas, camisetas personalizadas, camisetas filmes, camisetas séries e camisetas games, você percebe que a competição é muito grande.

Logo, as chances de ser encontrado com essas palavras extremamente genéricas são mínimas, ainda mais no início da estratégia.

Ao mesmo tempo, recorrer às campanhas pagas também pode pesar no bolso, pois o CPC dessas palavras-chave e alto e não garante a conversão desejada.

Nesse momento, você precisa avaliar a persona do consumidor e prever seus interesses específicos ao fazer uma busca na internet.

Esse exercício de se colocar no lugar do usuário é fundamental para ter ideias de palavras-chave de cauda longa, que trazem necessidades mais complexas em relação ao seu produto.

Supondo que o público-alvo primordial seja de jovens interessados em cultura pop e universo geek, você pode chegar às seguintes palavras-chave:

  • camisetas rockstar games
  • camisetas personalizadas séries e filmes
  • camiseta de filmes clássicos anos 80
  • camisetas de séries netflix

Essas palavras-chave de cauda longa têm médias de pesquisas mensais menores do que os termos mais óbvios e ajudam a segmentar o público que vai chegar até o site.

Como você pode perceber, nem todas são realmente longas. Em muitos casos, o que vale é a especificidade: ou seja, quão evidente está a intenção da busca.

Assim, a concorrência é menor, a assertividade é maior e há várias possibilidades de direcionamentos de acordo com seus objetivos.

Por exemplo, você pode criar palavras-chaves focadas em um usuário mais avançado no funil de vendas, que já esteja pronto para realizar a compra.

Pessoas que já conhecem o produto e estão buscando camisetas personalizadas para adquirir online tendem a usar palavras-chave como:

  • camisetas de séries frete grátis
  • site que vende camisetas legais
  • camisetas diferentes para comprar
  • comprar camisetas de séries
  • comprar camisetas de filmes
  • onde comprar camisetas de games
  • camisetas de filmes para comprar
  • loja de camisetas de filmes
  • comprar camisetas de séries de tv
  • site que vende coisas de séries
  • blusas de séries para comprar
  • onde comprar camisetas game of thrones.

Como podemos ver, as buscas vão ficando cada vez mais específicas de acordo com o estágio do consumidor na jornada de compra, seu conhecimento sobre o produto e preferências específicas.

Agora, se o usuário ainda está pesquisando informações sobre o produto, é melhor usar palavras que agreguem conteúdo de valor:

  • produtos de séries de tv
  • camisetas de filmes cult
  • acessórios de filmes e series
  • camisetas de séries americanas
  • camisetas da serie once upon a time
  • camiseta game of thrones winter is coming
  • melhores sites nerds
  • qual melhor site para comprar camisetas.

Assim, a estratégia das palavras-chave de cauda longa vai depender do tipo de público que você deseja atingir e sua intenção no momento da busca.

Ferramentas de palavras-chave de cauda longa

Para descobrir informações essenciais como volume de buscas, CPC e concorrência das palavras-chave de cauda longa, você precisa lançar mão das ferramentas online disponíveis.

Há inúmeras opções de ferramentas gratuitas e pagas que oferecem métricas, previsões de desempenho e ideias de palavras-chave para sua estratégia de SEO.

Vamos conferir algumas das mais utilizadas.

Planejador de palavras-chave do Google

planejador de palavras-chave do Google é um dos mais confiáveis, além de totalmente gratuito e fácil de usar.

A ferramenta funciona como um laboratório para criar campanhas online e guiar a estratégia de marketing de conteúdo, podendo ser utilizada por iniciantes ou experientes.

As duas principais funções da ferramenta são a pesquisa de palavras-chave, que oferece sugestões valiosas, e o histórico de estatísticas e previsões de tráfego de cada termo.

Para encontrar palavras-chave de cauda longa, você pode usar filtros que mostram ideias amplamente relacionadas, com baixa concorrência e custo.

Ubersuggest

Ubersuggest é a nossa ferramenta preferida entre as opções gratuitas. Ela oferece uma visão geral do domínio, principais páginas da busca orgânica e ideias de conteúdo.

Basta digitar uma palavra-chave, de cauda longa ou não, para descobrir o nível de dificuldade para ranquear, histórico e volume de busca mensal e custo por clique.

Um de seus diferenciais é revelar a porcentagem de chance de se posicionar entre os vinte primeiros resultados.

Além disso, a ferramenta oferece sugestões e ideias de palavras-chave relacionadas, que podem ser filtradas da mesma forma que no planejador do Google.

SEMrush

Uma das plataformas mais completas para agências e empresas, o SEMrush oferece dez consultas gratuitas de palavra-chave e várias opções de planos pagos.

É uma das opções preferidas de profissionais de marketing, pois indica a competitividade dos termos e exibe tendências de pesquisa para a palavra-chave, além de permitir a análise dos concorrentes.

Outro ponto forte da plataforma é a riqueza de insights, pois são mostradas variações das palavras-chave, novas ideias, textos de anúncios relacionados e resultados da pesquisa orgânica.

LongTailPro

Para fechar, a LongTailPro é uma ferramenta paga dedicada exclusivamente às palavras-chave de cauda longa.

Ao digitar uma palavra-chave, você tem acesso a treze métricas diferentes para analisar o desempenho e concorrência, centenas de sugestões de long tails e um cálculo personalizado de lucratividade.

A vantagem, naturalmente, é contar com todas as funcionalidades de um planejador de palavras-chave voltado à cauda longa.

Você ainda pode usar outros métodos para descobrir suas palavras-chave, como o famoso recurso de preenchimento automático do Google e a ferramenta de tendências Google Trends.

Ainda é possível observar os fóruns de discussão online e sites de perguntas e respostas como Quora e Yahoo! Respostas, que dão pistas sobre a forma com que as pessoas estão procurando informações online.

Qualquer análise que investigue as intenções dos usuários ao utilizar buscadores é útil, pois o uso das palavras-chave de cauda longa presume um conhecimento mais profundo do seu público.

Logo, você vai precisar de mais do que termos genéricos para atrair os visitantes ideais.

Se você quer ser encontrado da forma mais orgânica possível, entre na mente do seu consumidor e traga as palavras-chave de cauda longa para a sua estratégia de SEO.

Gostou das dicas deste artigo? Como você faz hoje a escolha das keywords para o seu site? Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *