Como ser um freelancer de sucesso
Marketing de conteúdo em home-office
Marketing de conteúdo: o que você precisa saber para ganhar dinheiro
10/09/2017

Como ser um freelancer e ganhar a vida escrevendo

Se você não sabe como ser um freelancer, talvez esteja perdendo a oportunidade da sua vida.

Não, não é exagero.

As novas relações de trabalho proporcionadas pela internet posicionaram carreiras modernas entre as mais bem-sucedidas.

E adivinha só: entre elas, está o redator freelancer.

Esse é um profissional independente, que organiza a própria rotina, horários e agenda, que pode escrever sobre o que quiser, de onde quiser.

Gosta da ideia? Não é para qualquer um, mas neste artigo vamos mostrar o caminho que o leva ao sucesso.

Ele sabe como ser um freelancer

Como ser um freelancer produtor de conteúdo

Para quem deseja aprender como ser um freelancer produtor de conteúdo, há algumas etapas que são básicas.

Ao menos para quem quer ganhar a vida escrevendo, é claro.

1. Saber escrever

Essa dica seria desnecessária, não fosse para dizer que é ilusão achar que qualquer um pode ganhar dinheiro com blog, seja escrevendo para terceiros ou para o seu próprio projeto.

Isso não significa que você precise cursar uma faculdade para saber escrever.

Por outro lado, se era um aluno nota 5 em redação, talvez não reúna as habilidades mínimas para entregar ao leitor o conteúdo que ele deseja, da forma que ele deseja.

A questão tem menos relação com ortografia e gramática e mais com a sua capacidade de construção de ideias aplicadas ao artigo.

É claro que um texto sem erros é ideal, mas se o conteúdo for enriquecedor, o usuário estará satisfeito com a sua experiência mesmo se houver uma vírgula ou crase fora de lugar.

2. Conhecer o marketing de conteúdo

Vencida a primeira etapa, você deve entender que o texto voltado ao marketing de conteúdo é, provavelmente, bastante diferente daquilo que já escreveu.

Como redator online, você é peça-chave de uma estratégia que busca atrair um potencial cliente pela informação – e ela precisa ser passada de maneira a transmitir utilidade e relevância ao leitor.

No marketing de conteúdo, cada texto é uma venda.

Se isso não soa bem para você, ou reveja seus conceitos ou repense a carreira de freelancer.

Você não vai vender a alma, jogar seus valores no lixo ou rasgar a própria ideologia. Tampouco irá desenvolver um artigo mentiroso, voltado a enganar o leitor.

Se já ouviu alguma dessas bobagens, esqueça. E se permita conhecer o marketing de conteúdo.

Você vai descobrir que a proposta de texto é desafiadora e profissionalmente enriquecedora.

Somado a isso, tem “só” o argumento de que 71% das empresas no Brasil adotam o marketing de conteúdo e que, entre as demais, 68,9% pretendem adotá-lo.

Os dados estão na pesquisa Content Trends 2017, realizada pela agência Rock Content.

3. Dominar o SEO

Com mais uma etapa cumprida, você escrever bem e compreende a importância do texto como estratégia de marketing de conteúdo.

Agora, é chegada a hora de descobrir como colocar isso em prática.

Então, anote aí: não tem como ser um freelancer em tempos digitais sem saber o que é SEO.

Sigla para a expressão em inglês Search Engine Optimization, o SEO reúne um conjunto de técnicas aplicadas ao texto com o objetivo de otimizar ao Google a bela história que você tem a contar ao leitor como ação de marketing de conteúdo.

Na prática, significa fazer uso de elementos que irão contribuir para a melhor classificação do seu artigo nos mecanismos de busca.

Essa é, possivelmente, a etapa mais importante, a que separa homens dos meninos quando está em jogo ganhar a vida escrevendo.

Por que você precisa dominar o SEO?

Porque a posição número 1 do Google é a meta, o top 3 é desejável e a primeira página é questão de sobrevivência.

Um artigo que não aparece entre os primeiros resultados do buscador simplesmente não existe. Ele não atrai usuários, não agrega valor e, para seus clientes, imputa a você a ideia de um freelancer insuficiente, que ainda não está pronto.

É simples e duro assim.

Mas aprender a utilizar o SEO é complicado?

Muito menos do que você imagina. Então, se dedique a estudar o assunto.

mudanças sutis aplicadas ao texto no seu título, no início e em subtítulos que são capazes de levá-lo a outro patamar.

4. Explorar plataformas

Se você fez tudo certo até aqui, já reúne o conhecimento necessário, mas ainda não aprendeu como ser um freelancer.

Afinal, você precisa de trabalhos, certo?

Na linguagem digital, você deve ir em busca de jobs, que são projetos publicados em plataformas dedicadas à contratação de freelancers.

A que tem se mostrado mais efetiva no momento para produtores de conteúdo é a 99Freelas, embora o funcionamento seja muito semelhante ao de sites como o Freelancer.com e o Workana – esses dois últimos indicados para quem deseja captar clientes fora do Brasil.

Há ainda outras plataformas às quais você se junta a uma espécie de banco de talentos, sendo solicitado a atender demandas específicas, como é o caso do Textbroker.

Mas para quem quer ganhar a vida escrevendo, esse formato passa longe do ideal, pois não permite grande lucratividade.

No Freelancer.com, há mais projetos publicados para redação SEO do que no Workana. Por outro lado, o envio de propostas e a comunicação com os clientes se mostra melhor no 99Freelas.

É questão de conhecer, experimentar e explorar as plataformas para ver qual se encaixa melhor nos seus interesses e pretensões.

5. Saber se vender

Agora, vamos à etapa derradeira do roteiro sugerido para você ganhar a vida produzindo conteúdo digital.

Anote essa regra básica: não há como ser um freelancer bem-sucedido sem saber se vender.

Como prestador de serviços, seu produto de venda são os textos que produz, mas não apenas eles.

Você próprio, suas capacidades, competências e habilidades, são um diferencial que precisa ser explorado ao se anunciar e ao negociar com o cliente.

Mas por que isso é importante?

Se você não tem um portfólio a mostrar, o cliente precisará de outros argumentos para contratá-lo.

E se você tiver um, caprichar na própria apresentação pode valorizar o seu trabalho e colocá-lo em vantagem.

Tenha em mente que a concorrência é alta no mercado. Como você, há muitos profissionais, de todas as áreas que imaginar, querendo ganhar a vida como freelancer.

Então, pense e repense a forma como se apresenta em seu perfil nas plataformas e no contato com potenciais clientes.

Seja honesto e objetivo, sem aumentar ou inventar.

Assim como acontece no texto com relação ao leitor, você tem poucos segundos para atrair a atenção do cliente.

Posso mesmo ganhar a vida escrevendo?

Você tem agora um roteiro com as etapas que precisa cumprir na sua jornada como redator freelancer. Mas essa é a linha de partida do seu projeto, não a de chegada.

Se a vitória virá, só você poderá escrever essa página.

Há, certamente, muitos exemplos a se inspirar – para o bem e para o mal.

Todo mundo conhece um amigo que decidiu criar um blog e pensou que em poucos meses largaria o emprego e trabalharia em casa.

Mas ele não conseguiu e logo se frustrou.

Por que com você seria diferente?

Por outro lado, há inúmeras histórias de sucesso de nômades digitais, como o americano Danny Dover, que largou a faculdade de Ciências da Computação depois que conheceu o SEO e viu sua vida mudar completamente.

Proprietário do site Life Listed, ele já escreveu um livro sobre a otimização de conteúdo para sites de busca, é consultor em SEO, ministra cursos e eventualmente escreve para a Revista Time, que é “apenas” uma das mais famosas do mundo.

Mas por que você seria igual a ele?

Não custa repetir: é você que define o caminho que o levará ao sucesso ou ao fracasso.

Dá, sim, para ganhar a vida escrevendo.

Pesquise sobre o assunto. Veja como tanta gente já realizou esse sonho.

Você rapidamente irá perceber que é possível ter uma remuneração maior do que à média paga pelo mercado, trabalhando onde quiser e de acordo com as suas regras.

Mas essa condição não vem da noite para o dia. É preciso batalhar, se dedicar e estar em aperfeiçoamento constante.

Seja autoconfiante, mas questione-se sempre sobre a capacidade de fazer mais e fazer melhor.

Você sempre pode evoluir.

Caso queira seguir esse caminho, a sugestão é que baixe o nosso e-book especial 5 Erros que Impedem o Redator Freelancer de Ganhar Dinheiro.

Você vai descobrir todos os segredos para ganhar seus primeiros clientes. Depois, é só pavimentar o caminho até a independência financeira.

Segredos revelados para ser um freelancer de sucesso

Meu nome é Rafael Geyger, sou produtor de conteúdo digital e descobri em meio ano como ganhar seis vezes mais, trocando um emprego tradicional pela carreira de freelancer.

Ao gerenciar diretamente mais de 30 mil posts sobre todo o tipo de assunto que pode imaginar, vi que não há limites para as oportunidades na internet.

Por outro lado, identifiquei também muita gente patinando no mercado por não saber como ser um freelancer.

Em todos os casos, sempre ao menos uma das regras que relacionei neste post foi desrespeitada.

É uma pena. O mercado grita por redatores qualificados, que dominem o SEO e o texto voltado a estratégias de marketing de conteúdo.

Na contramão do cenário econômico atual, a demanda é altíssima e a oferta é insuficiente e insatisfatória.

Há candidatos a freelancer despreparados, descompromissados e desatualizados.

Tudo isso é ótimo para você.

Você pode escolher o caminho certo, se qualificar e mudar de vida, ganhando bem fazendo o que gosta.

Que tal trabalhar quando quiser e de qualquer lugar do mundo?

Para avançar mais no assunto, dê uma espiada no nosso cursoRedator Hacker.

Essa não é uma qualificação qualquer. Ela é moderna e traz dicas práticas para que você escreva cada vez melhor e fature alto ao produzir conteúdo para sites e blogs.

Estou falando de um curso inédito no Brasil, que vai formar um seleto time de produtores de conteúdo para se diferenciar no mercado.

É uma oportunidade única de construir artigos perfeitos, garantindo que eles sejam encontrados pelo Google e reconhecidos por ele como os melhores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *