Freelancer home office: GUIA COMPLETO para redatores
SEO WordPress para blogs
SEO WordPress: como configurar artigos de blog
06/08/2019
Algoritmo de SEO do Google
Algoritmo de SEO do Google: tendências e novidades – 2019 e 2020
20/08/2019

Freelancer home office: como produzir bem e faturar alto

Trabalhar no conforto de casa, em qualquer horário e sem chefe são alguns dos benefícios dos quais o freelancer home office desfruta.

Parece até o emprego dos sonhos, não é mesmo? E olha que pode ser. 

Até porque fazer essa carreira decolar só depende de você.

O mercado freelancer está em ascensão e um dos impulsionadores desse crescimento é a procura por criação de conteúdo.

Oito em cada dez empresas adotam o marketing de conteúdo como estratégia de negócio. E 64% das organizações preferem terceirizar esse trabalho.

Ou seja, há bastante demanda para os profissionais autônomos.

Então, se você está em busca de sucesso como freelancer home office, continue lendo este artigo e tenha acesso a dicas valiosas.

Redator freelancer home office

Freelancer home office: ganhe a vida escrevendo

Ao ler a introdução deste artigo, você viu que a procura por conteúdo é alta.

O que talvez ainda não saiba é que a produção de textos lidera essa necessidade. 

Em 2018, a atividade foi a que mais cresceu entre os trabalhos freelancer, na comparação ao ano anterior, com aumento de 537,5%.

O artigo para blog, por exemplo, é responsável por boa parte dessa demanda do mercado.

O formato é um dos favoritos do público: cerca de 70% dos usuários preferem conhecer uma empresa por meio de artigos em vez de anúncios pagos.

Não é por acaso, já que um bom texto posiciona marcas e empresas no topo do Google, permitindo que mais pessoas as encontrem lá.

Mas não é qualquer artigo que encanta o consumidor. Tampouco que desperta a atenção dos robôs do site de buscas.

Descubra, a seguir, o que você precisa para redigir textos que encantam e, assim, triunfar na profissão de redator freelancer home office.

Como escrever artigos que dão resultado? 

A primeira coisa que você precisa saber é que os artigos devem responder às intenções de pesquisa.

O usuário espera encontrar na primeira página do Google um texto que esclareça as suas dúvidas e o ajude a tomar decisões.

Ou seja, que sirva de inspiração para o usuário.

Esse mesmo critério é utilizado para o ranqueamento nos buscadores.

Além dele, algumas regras de estrutura do conteúdo, denominadas de SEO (Search Engine Optimization), são essenciais.

Portanto, escrever bem gramaticalmente e ortograficamente não é a única razão que conta para que alguém se torne um redator de sucesso hoje em dia.

É indispensável dominar as técnicas usadas para o conteúdo web.

Assim, conduzir o leitor por uma jornada agradável, vendo no seu texto a real solução para aquilo que necessita.

Essa é a expectativa do usuário que chega ao seu artigo a partir de um pesquisa no Google.

E é também o que esperam as empresas que o contratam, para que o blog funcione como porta de entrada para vendas, construção de uma imagem positiva da marca e reforço da sua autoridade.

Onde encontrar trabalho de freelancer home office?

O trabalho do freelancer home office é, normalmente, pontual. Ou seja, o redator de conteúdo é contratado para produzir um determinado número de artigos.

Mas isso não significa que não possa se tornar uma demanda recorrente, ainda que sem vínculo de emprego.

Conforme mostra seu bom trabalho, mais oportunidades aparecem.

Leve em conta ainda que fazer marketing de conteúdo implica em estratégia e continuidade

Em média, blogs de marcas e empresas publicam 16 novos artigos por mês.

E 60% publicam um novo conteúdo todo dia.

Você pode, sim, ser o fornecedor de conteúdo que elas precisam.

Aliás, essa forma de contratação tem sido cada vez mais frequente.

Empresas organizadas costumam fechar pacotes de conteúdo, com entregas semanais, quinzenais ou mensais.

E, geralmente, o que determina esse fluxo é a capacidade de produção do próprio freelancer.

Então, se ele consegue criar mais, o lucro tende a ser mais alto.

Se a entrega é qualificada e cumpre os prazos definidos, é coerente que o cliente recorra ao profissional mais vezes. Além disso, as chances de que ele o indique são maiores.

A rede de contatos do freelancer, desse modo, começa a crescer e se tornar sólida.

Esse é o momento ideal para rever os valores cobrados e selecionar projetos que agreguem ao portfólio.

Mas para quem está no início da carreira, conquistar os primeiros clientes pode ser uma tarefa mais árdua.

Nesses casos, há três formas principais de conseguir trabalho.

Vamos a elas!

1. Procure oportunidades em grupos de convívio

O networking é fundamental em qualquer profissão – e não seria diferente com o freelancer home office.

Acione a sua rede em busca de oportunidades de trabalho. Use as redes sociais para isso, em especial o LinkedIn.

Vale criar conteúdo em seus próprios canais (em perfis pessoais e também em seu blog), para que os textos sirvam como portfólio.

E divulgue.

Nessa hora, lembre-se do velho clichê do marketing: quem não é visto, não é lembrado.

2. Pesquise sobre empresas e apresente propostas de marketing de conteúdo 

A internet é uma ferramenta de alto alcance. Com ela, é possível descobrir os mais variados negócios.

Pesquise por empresas que ainda não possuem presença digital tão forte e tente levantar dados sobre elas.

Monte um material para apresentar as oportunidades de investir em conteúdo e ofereça os seus serviços.

Recorrendo a ferramentas de análise de palavras-chave, como a gratuita Ubersuggest, você pode descobrir, por exemplo, que um potencial cliente está perdendo até 27 mil visitas ao seu site por não investir em conteúdo.

Redator freelancer home office

3. Participar de plataformas para freelancers 

Outra opção para conseguir trabalho como redator home office é se cadastrando em plataformas para freelancers. 

As mais conhecidas são 99Freelas e Workana.

Aliás, sobre o 99Freelas, que hoje é o mais completo site para redatores freelancers, vale ler nosso artigo completo.

Em ambas plataformas, há opção de cadastro gratuito e pago.

Ao assinar, algumas funcionalidades são liberadas, como exclusividade das ofertas nas primeiras 24 horas, além da maior quantidade permitida de envio de propostas.

Nesses canais, os requisitantes disponibilizam os projetos e os freelancers podem se candidatar.

O ideal é garimpar. 

Existem muitos jobs que pagam pouco, mas é possível encontrar bons clientes, aqueles que reconhecem a importância de um conteúdo qualificado e topam pagar o quanto ele vale.

Ser freelancer dá dinheiro?

É simplesmente impossível determinar a remuneração média de um freelancer.

Ainda que existam pesquisas e levantamentos sobre isso, a realidade de cada profissional é bastante particular.

Fora que a renda pode variar bastante de um mês para o outro.

Segundo o site Glassdoor, o rendimento médio de um redator freelancer é de R$ 3.806 – é bem acima do salário de um jornalista, por exemplo.

Já a pesquisa Mercado Freelancer, realizada pela Rock Content, sugere um valor bem diferente: R$ 1.434,11

Além disso, 55% dos entrevistados disseram ganhar até 1 salário mínimo, que hoje equivale a R$ 998.

Parece pouco? Por um lado, realmente é. Por outro, conforme você se organiza, pode fazer da atividade de freelancer home office o começo de um sonho empreendedor.

E aí não é nenhuma missão impossível receber na casa de cinco dígitos por mês.

Mas como nada vem de graça, o redator deve considerar também outros aspectos para alcançar a independência financeira.

A capacidade de planejamento é uma das habilidades necessárias.

Afinal, é o próprio profissional que precisa estabelecer um cronograma adequado para atender aos prazos estabelecidos pelos clientes.

E, falando em clientes, nunca esqueça que a prospecção de projetos é uma atribuição do redator freelancer. 

Então, a forma como ele conduz a sua atividade impacta diretamente nos ganhos.

Você precisa de muita disciplina para o home office

Embora as vantagens do home office sejam tentadoras, a chance de tropeço é grande.

Muitos freelancers têm dificuldade em separar o horário de trabalho dos momentos de lazer.

E, como não há cobrança de um superior, não raro a tela de texto do computador perde o lugar para as redes sociais. 

Quando se dá conta, está gastando todo o tempo preenchendo testes para descobrir quem é você na série do momento.

As distrações são muitas

Por isso, é importante ter disciplina para não ceder às tentações.

Veja algumas dicas para mandar bem no trabalho remoto:

Determine um período para as atividades profissionais

Planeje a quantidade de horas necessárias e reserve o horário na sua agenda.

Monte um escritório

Não precisa de muito. Uma mesa e uma cadeira confortáveis são suficientes. 

O importante é ter um espaço adequado.

Evite ligar a televisão

Aquela espiadinha na programação pode durar horas e atrapalhar todo o seu cronograma. 

Avise amigos e familiares sobre a configuração de trabalho

Muita gente confunde a flexibilidade com tempo livre, e seu grupo de convívio pode achar que todo momento é oportuno para te procurar e pedir algo.

Conclusão

Este artigo trouxe dicas para quem deseja alcançar o sucesso como freelancer home office.

Além de todas a recomendações, vale ainda uma dica bônus: o desenvolvimento constante é muito importante na busca pelo êxito profissional. 

Mantenha-se sempre atualizado para aprimorar o trabalho e se destacar entre os demais profissionais.

A Redator Hacker disponibiliza um curso de SEO e Marketing de Conteúdo voltado especialmente aos produtores de conteúdo. 

É uma excelente opção para quem quer aprender a elaborar textos envolventes e otimizados para potencializar os resultados e atingir o topo do Google.

Com todas essas dicas para produzir conteúdo com qualidade, prospectar clientes e manter o comprometimento com o trabalho, não há como a sua jornada de freelancer home office dar errado.

Com dedicação e tempo, o sucesso vem. E, com ele, é claro, o faturamento aumenta.

E você: tem algum segredo que possa ser compartilhado sobre o trabalho como freelancer home office? Escreva nos comentários e contribua para enriquecer ainda mais o tema.

Por Vanessa Costa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *