Como Escrever Texto Para Blog: Guia Para Decolar
o que é lead
O que é lead: da aquisição à gestão de clientes em potencial
18/04/2019
Como fazer marketing de conteúdo
Como fazer marketing de conteúdo em 13 passos
09/05/2019

Como Escrever Texto Para Blog: Guia Para Decolar

Você quer aprender como escrever texto para blog e ganhar as primeiras posições do Google?

Então é bom se preparar para mudar seus conceitos sobre redação.

Para escrever conteúdos de sucesso em blogs, você precisa superar o formato tradicional e usar as palavras certas para atrair leitores.

Simples, rápido e irresistível são os termos que definem o bom texto para a web, capaz de aumentar o tráfego do seu blog e conquistar posições no Google.

Neste guia, você vai entender como planejar e escrever textos que conversam com seu público e cumprem o que prometem.

Com 53% dos profissionais de marketing apostando nos blogs como principal estratégia de conteúdo (HubSpot), é melhor seguir nossas dicas para se destacar:

  • O que fazer antes de escrever texto para blog
  • Como escrever textos de qualidade
  • Dicas para não errar na redação para blogs.

Quer aprender a escrever para blogs com quem entende do assunto? Siga em frente e aproveite nosso guia.  

Como escrever textos para blog

Escrever textos para blog exige algumas adaptações do redator

Antes de escrever texto para blog

As lições de como escrever texto para blog começam bem antes de colocar a mão na massa.

Isso porque você precisa de um planejamento de conteúdo em primeiro lugar, também conhecido como pauta.

Nesse plano, você precisa responder às perguntas básicas: sobre o que escrever, para quem direcionar e como se destacar de outros blogs.

Confira os principais aspectos que antecedem o texto.  

Escolha da palavra-chave

O que diferencia o texto para blog de outros tipos de mídia é o foco na palavra-chave.

No mundo digital, são as palavras digitadas nos buscadores que determinam o tema da pauta, seguindo os interesses que os usuários demonstram com suas pesquisas.

Logo, você deve escolher uma palavra-chave relevante, com um bom desempenho e grandes chances de trazer seu público-alvo.

É assim que funciona o jogo do SEO, que determina sua capacidade de otimizar conteúdos para atrair visitantes e subir no ranking orgânico do Google.

Dica: o Ubbersugest é uma ótima ferramenta gratuita para analisar e escolher sua palavra-chave.

Definição da persona

Agora que você já sabe o que vai escrever, precisa definir para quem será direcionado o texto.

Para isso, você pode criar uma persona: um avatar que representa seu público-alvo ideal.

Por exemplo, seu leitor pode ser um jovem engenheiro recém-formado de São Paulo que busca aliviar a tensão do trabalho nos esportes radicais, ou uma diretora de RH de meia idade de Florianópolis que busca atualização profissional.

Percebe como as personas são mais específicas do que o “público-alvo”?

Essas personagens imaginárias vão ajudar muito na hora de ajustar o tom e a profundidade do conteúdo às expectativas do leitor.

Benchmarking

O benchmarking é importantíssimo para escrever textos melhores e se diferenciar entre tantos blogs.

O termo benchmark significa referência, logo você deve comparar suas estratégias com as dos concorrentes.

Observe como os blogs do mesmo nicho escrevem para seu público, qual linguagem utilizam e como abordam os assuntos que você vai disputar nas buscas.

Esse é o melhor caminho para adotar as melhores práticas e escrever um conteúdo superior em extensão, qualidade e relevância.

Seleção de referências

Outro ponto fundamental para planejar seu texto é selecionar as referências que vão embasar o conteúdo.

Nem precisamos dizer que o plágio é um pecado capital na produção de conteúdo online, além de ser penalizado pelo Google.

Afinal, os usuários estão em busca de conteúdo original, confiável e relevante para solucionar suas dúvidas e problemas.

É isso que você deve oferecer a eles, com base em fontes de autoridade, pesquisas acadêmicas, livros especialistas renomados.

Como escrever texto para blog: passo a passo

Com a pauta pronta, você já pode abrir seu editor de textos preferido (melhor ainda se for o Google Docs) e começar a escrever.

Siga nosso passo a passo para não errar:

1. Crie uma boa estrutura

Ao aprender como escrever texto para blog, você vai perceber que a estrutura dos conteúdos online é fundamental para facilitar a leitura.

O melhor é dividir seu texto em títulos e subtítulos, de modo que os parágrafos fiquem mais curtos e os assuntos especificados.

Para isso, use os famosos cabeçalhos h1, h2 e h3, que dão ritmo à leitura e organizam visualmente o texto para o leitor.

2. Conquiste já na introdução

Na internet, você tem pouco tempo para prender a atenção do usuário e provar que vale a pena seguir a leitura.

Por isso, sua introdução tem que convencer já nos primeiros parágrafos, mostrando o que tem a oferecer para solucionar a dúvida do leitor.

Se possível, você já deve apresentar um argumento forte na primeira frase, junto com a palavra-chave.

Por exemplo, se a palavra-chave é “negócios 2019”, você supõe que o leitor está à procura dos negócios mais promissores do ano.

Logo, um bom começo seria “Quer ideias de negócios lucrativos para empreender em 2019?”.

Nos primeiros quatro parágrafos, você precisa dizer:

  • O que o leitor vai encontrar
  • Por que o conteúdo é importante
  • Como o texto vai solucionar suas dúvidas
  • O que o leitor ganha com isso.

3. Converse com o leitor

A linguagem dos textos para blog tem que ser o mais próxima possível da fala cotidiana, respeitando o tom de voz adequado para a persona.

Ou seja: você precisa dialogar com o leitor, usando todas as oportunidades para fazer perguntas, mencionar sua presença e se aproximar dele.

Durante o texto, mostre que está preocupado com o problema ou dúvida original do leitor e que vai apresentar as melhores soluções, mantendo sua atenção.

Além disso, aproveite para criar expectativas contando o que virá na próxima seção.

A seguir, por exemplo, você vai aprender a usar as clássicas listas.

4. Use listas e bullet points

As listas e bullet points são ótimos recursos para eliminar os blocos de texto e apresentar as informações de forma mais amigável.

Para isso, você pode criar listas com subtítulos (h3 ou h4) seguidos de explicações ou os bullet points tradicionais (numerados ou não).

Esse formato favorece a leitura diagonal, típica da web.

5. Use frases curtas e diretas

Quanto mais curtas forem suas frases, mais chances você terá de instigar o leitor a continuar.

Na internet, o que vale é a fluidez da leitura, que deve ser o mais dinâmica possível aos olhos do usuário.

Por isso, esqueça as ambiguidades e vá direto ao ponto.

6. Encerre com um CTA

Na finalização do texto, vale retomar os pontos mais importantes abordados e fechar com um CTA (call to action).

Basicamente, é uma chamada final que estimula o leitor a tomar uma atitude.

Você pode incentivar o usuário a deixar um comentário, se inscrever em uma newsletter, baixar um material ou conhecer mais sobre um produto ou serviço.

Ao escolher a ação, leve em conta o que é mais importante para os objetivos do seu blog.

Como NÃO escrever texto para blog

Se você quer aprender de uma vez por todas como escrever texto para blog, precisa evitar uma série de erros e vícios.

Confira nossas dicas e não erre mais.

Não escorregue na gramática

Erros gramaticais são imperdoáveis em qualquer situação, e nos blogs não é diferente.

Por isso, se você quer garantir a autoridade no assunto, é melhor manter o português em dia e evitar manobras arriscadas.

Alguns dos erros mais comuns ainda envolvem o uso da vírgula, crase e porquês, que merecem o dobro de atenção.

Esqueça os parágrafos longos

Não adianta escrever uma dissertação brilhante com parágrafos densos no seu blog, porque ninguém vai chegar até o final.

A regra da internet é usar parágrafos curtos, diretos e simples, que se conectem de forma dinâmica e fluída.

E sim, você pode escrever textos ricos em conteúdo e abordar ideias complexas sem ser prolixo – esse é o segredo da redação para blogs.

Não use termos rebuscados

A regra geral é: se não pode ser falado, não pode ser escrito.

Por acaso você usa “não obstante”, “outrossim” ou “destarte” no dia a dia?

Esperamos que não.

Por isso, deixe os termos rebuscados para os textos acadêmicos e foque nas palavras simples, amigáveis e não menos corretas que nossa língua oferece.

Fuja do “keyword stuffing”

É sempre bom lembrar que a palavra-chave precisa aparecer de forma natural durante o texto.

Se você repetir a palavra-chave indiscriminadamente, estará apelando para o keyword stuffing, uma prática ultrapassada que não tem mais lugar no SEO.

Por isso, cite a palavra-chave somente quando for relevante e use as palavras-chaves relacionadas ao longo do texto.

De modo geral, uma densidade entre 1% e 3% é suficiente para ter um bom desempenho no Google.  

Conclusão

Viu como a redação para blogs não tem mistério?

Basta seguir algumas dicas e adaptar seu texto à web, aliando as técnicas de SEO ao copywriting.

É uma forma de escrever diferente do que aprendemos no ensino formal, que muda a todo instante e exige dinamismo do redator.

Mas, quando aplicada da forma correta, rende excelentes resultados para os blogs – a agência de conteúdo Redator Hacker que o diga.

Agora, você já pode usar nossas dicas para escrever textos infalíveis ou reconhecer de longe um conteúdo de qualidade.

Este guia foi útil para você? Já sabe qual será sua próxima pauta?

Compartilhe suas impressões nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *